21.4.10

Como se fosse poeta



A escrita torna-se necessária,
Como o sangue que corre em minhas veias,
Como a água que mata minha sede;
É a minha calma e a minha loucura,
Juntas, trilhando uma mesma direção.

Sem ela me sinto perdida;
Inerte;
Sem vida.

Sem ela escondo os sentidos;
Do mundo;
De mim.

A escrita torna-se necessária,
É a minha liberdade de sofrer, de ser, de amar.
É a minha intransigência ao intolerante;
Como se precisasse me expor,
Interiormente, para me compreender.





8 comentários:

  1. É a melhor forma de auto-conhecimento.

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Como se fosse?
    Já é uma poetisa *-*
    é minha amiga você já nasceu com o dom das palavras :D escreva com os sentimentos acima da intelectualidade, e terás um brilhante caminho a trilhar! Parabéns sis :*

    ResponderEliminar
  4. é isso ai que sinto pela escrita,mas nunca consegui descrever de uma maneira certa,bonita,muito menos poética.Descrever seus sentimentos e conseguir deixá-los em forma de poesia te faz aprender mais uma coisa:que pela escrita é capaz de pensar coisas brilhantes,escrever,na verdade.
    beeijo,adorei :*

    ResponderEliminar
  5. É,minha calma e minha loucura. Exatamente isso. Acho que é ele que me conhece melhor do que eu mesma, que me faz ser quem eu sou. Sem ele eu não me reconheço.
    :*

    ResponderEliminar
  6. Desculpe a invasão, mas eu tenho uma ótima notícia!

    O Blog Amor, Mistério e Sangue está estreando sua primeira promoção!!!

    O prêmio para o vencedor é o primeiro volume da Série "A guerra das Sombras"

    O Livro de Dinaer
    Para mais informações sobre o livro
    http://www.aguerradassombras.com/dinaer.html

    Você não pode perder essa super promoção!!!
    http://amormisterioesangue.blogspot.com/2010/04/primeira-promocao-do-amor-misterio-e.html

    Bjs e boa sorte!

    ResponderEliminar
  7. Que lindo, me cativou.

    Beijos

    ResponderEliminar
  8. me lembro de uns 3 anos atrás, quando você já escrevia assim. bons tempos, tem coisas que nunca mudam.
    sinto sua falta, sz'

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo