23.12.09

My sweet sixteen...

Escondida atrás da maquiagem,
Do salto alto,
Do sorriso estampado no rosto.

Festeja para que não notem
Quão infeliz ela é
Sorri para que não percebam
Sua vontade de gritar,
De chorar,
De sumir.

E é assim que finge suportar
Sua maior perda:
Um pedaço de si mesma.


8 comentários:

  1. Ai que lindo!!!
    Me identifiquei um pouco...
    As vezes estou sorrindo, em cima de um salto alto... Mas só Deus sabe o que se passa em meu coração... acho que todos nós passamos por momentos assim..
    ficou perfeito!!
    adorei!!
    Seu blog é lindo!!!Tdb!!
    Feliz natal!!!
    bjocas

    ResponderEliminar
  2. Meu deus!
    palavras fugiram.
    ESSA SOU EU =O

    ResponderEliminar
  3. talvez isso seja pior do que a tristeza em si. escondê-la, guardá-la dentro de si. acho que isso faz com que ela se perca dentro da gente e não dê mais pra tirar.
    :*

    ResponderEliminar
  4. De vez em quando tbm acontece comigo, me escondo entre sorrisos pra disfarçar a vontade de gritar, pra disfarçar a minha tristeza.
    Talvez isso possa ser bom na hora, mas machuca demais por dentro. Amei o texto!
    Bjooss

    ResponderEliminar
  5. lindas palavras (:
    o poder da inspiração em momentos de tristeza da um lindo resultado sempre ...
    transcreve versos profundos da aura mais escondida, não?!
    Mas sabe sis, apesar da ''alegria forçada'' e de toda dor ainda tenho FÉ em dias melhores!
    e com um pouquinho de alegria aqui ali os nossos dodóis vão se aliviando ao menos um pouquinho ... então borá tomar sorvetinho de papaia com cassis?!
    {hmmm delicia ne gabriela? :B}
    amo muito você sister!
    e você sabe que eu estarei aqui pra TUDO! ~ ''pra todo sempre'' (:

    ResponderEliminar
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  7. Concordo com Milena.

    Mesmo que tudo pareça lhe colocar
    para trás, VIVA e viva bem... aproveite
    o ser jovem em sua plenitude. =]

    Quando me dei conta disso, prestei
    atenção nas belas e simples coisas da vida,
    as quais muitos dizem "pequenas coisas", mas
    na verdade são as de maior valor.

    Abraços e que seja feliz a jornada
    rumo aos dezessete, Naty! :)

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo

Sigo, leio e recomendo!